5 MILHÕES de reais teriam sumido dos cofres da Prefeitura de Santa Rita

Todo os meses que chova ou que faça sol, o povo do município de Santa Rita paga em sua conta de luz um valor referente a contribuição sobre a iluminação pública (COSIP), antes chamada de taxa de iluminação pública. Os valores arrecadados são repassados pela concessionária elétrica ENERGISA aos cofres públicos da prefeitura que deve aplicá-lo na manutenção da rede de iluminação pública da Cidade.
Infelizmente, em Santa Rita a coisa não funciona. São milhares, os moradores que constantemente estão ligando para emissoras de rádio e que usam suas redes sociais para reclamar da escuridão que está tomando conta das ruas e avenida nos bairros onde residem.
No primeiro biênio 2017/2018 entrou nas contas da prefeitura quase 8 MILHÕES DE REAIS. Basta uma consulta rápida pelo sistema de Transparência do Tribunal de Contas do Estado, podemos fazer uma conta bem simples. Vamos aos dados:
R$ 7.744.045,88
Esse são os valores exatos transferidos para  os cofres municipais. Desse montante, em 2 anos e um mês de gestão foi pago com gastos do setor de Iluminação Pública de Santa Rita, os seguintes valores:
R$ 2.265,000,00
Portanto, quanto deveria ter em caixa? Pouco mais de R$ 5.000,000,00
Agora, vamos ver na prática se esse dinheiro está disponível em conta?
Bem, como se pode ver a parte grifada em cor azul mostra segundo dados do sagres online que a prefeitura tem em conta o valor de 4.859,24c. (Quatro mil Oitocentos e Vinte Quatro Centavos). A grande pergunta que não quer calar neste momento é: “Onde está os 5 MILHÕES DE REAIS que estavam aqui? Quem vai saber? Cabe investigações. Enquanto isso, a população continua em estado de vulnerabilidade, com risco eminente de assaltos ou até mesmo de sofrer algo muito pior. A Câmara Municipal deve nos próximos dias, de acordo com informações obtidas com exclusividade, instaurar mais uma CPI, desta vez para apurar passíveis irregularidades na Iluminação Pública, que se for aberta, irá se somar a outras duas que estão em pleno andamento na casa legislativa.
Fonte: Blog do Cavalcanti
Créditos: Blog do Cavalcanti
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar