Universidade dos EUA usa robôs para entrega de comida em seu campus. Confira o vídeo

Robôs podem ser acessados por aplicativo, conseguem suportar até 9 kgs de encomendas e rodam a uma velocidade de até 6,4 km/h.

A Universidade George Mason, localizada no condado de Fairfax, na Virgínia, criou uma facilidade e tanto para seus alunos: agora, eles têm à disposição robôs sobre rodas, que entregam comida em diversos locais do campus da instituição.

A criadora dos robôs, uma startup estoniana chamada Starship Technologies, afirma que eles podem fazer as entregas em até 15 minutos (ou menos). O custo do serviço é de US$ 1,99 (R$ 7,50), que pode ser pago através do plano de refeições dos estudantes da instituição. Eles conseguem suportar até 9 kgs de encomendas e rodam a uma velocidade de até 6,4 km/h.

“Alunos e professores têm pouco tempo livre, então é uma bela conveniência para eles terem seus alimentos, mantimentos e pacotes entregues de forma rápida”, disse Ryan Tuohy, vice-presidente sênior de desenvolvimento de negócios da Starship Technology ao jornal Washington Post. “Nosso objetivo é tornar a vida mais fácil, ainda que isso signifique cortar a fila, almoçar no gramado em vez de de um restaurante ou encontrar tempo para comer melhor quando se estuda para os exames. Os usuários do nosso serviço podem até mesmo encontrar os robôs a caminhos das aulas”.

O aplicativo da empresa permite que os estudantes da George Mason comprem comida de locais como Blaze Pizza, Starbucks e Dunkin [ex-Donuts], além de uma mercearia da região. E, segundo os envolvidos no projeto, a lista de opções deve aumentar nas próximas semanas. Depois que um pedido é feito via aplicativo, os usuários inserem um alfinete onde desejam que sua entrega seja enviada. O percurso do robô pode ser monitorado por meio de um mapa interativo e, quando a máquina chega, os usuários recebem um alerta, permitindo que eles desbloqueiem o robô também pelo app. Confira abaixo vídeo que mostra os dispositivos em ação:

 

Para navegar no campus, os robôs contam com inteligência artificial, sensores ultrassônicos e nove câmeras. O áudio bidirecional a bordo permite que os usuários se comuniquem com “operadores humanos”, que monitoram os robôs de longe e podem assumir o controle da máquina a qualquer momento. Os robôs podem atravessar ruas, subir na calçada, contornar obstáculos e operar com chuva e neve.

Para lançar o programa de entrega da universidade, a Starship Technologies fez uma parceria com a Sodexo, empresa que administra refeições no campus da George Mason. Até o momento, há 25 robôs rodando pela instituição para realizar o delivery.

Fonte: Washington Post

Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar