Edson do Kipreço rebate Fake News e prova que está apto para disputa eleitoral em Bayeux

Com o nome em ascensão na cidade de Bayeux, o empresário Edson do Kipreço começa a ser vítima de Fake News, propagada por aliados de políticos locais que não querem ver o desenvolvimento da cidade.

Nesta quinta-feira (21) o empresário emitiu nota e apresentou certidões para rebater a informação inverídica de que estaria inapto para disputar cargos políticos.

De acordo com a Fake News, Edson não poderia ser candidato a prefeito de Bayeux em 2020, pois dados do Tribunal de Contas da União (TCU) encaminhados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que ele teria contas rejeitadas quando foi prefeito de Lagoa de Dentro entre 2005 e 2008.

Com as certidões que provam o contrário, o empresário afirmou que o desespero está tomando conta dos políticos que nada fizeram até agora por Bayeux.

“Sou ficha limpa, tenho um passado limpo, nunca fui cassado ou preso e serei candidato a prefeito de Bayeux com fé em Deus e a vontade de fazer por este município o que ninguém conseguiu fazer até agora. Nossa cidade merece respeito, e quem acha que campanha se ganha com fake News, está muito enganado. Eu trabalho com a verdade e a verdade prevalecerá sempre”, pontuou Edson do Kipreço.

Edson lamenta que pessoas que deveriam checar noticiais antes de informar erroneamente, utilizem de um expediente rechaçado pela justiça, e principalmente, pela população que não suporta mais conviver com mentiras. “Tenho certeza que os bayeuxenses não serão mais enganados, iludidos e saberão dar a resposta nas urnas. Chega de enganação, vamos Avante Bayeux”, disse.

Filiação ao Avante

No próximo domingo (24) o empresário apontado como um dos principais nomes para a sucessão municipal em Bayeux se filiará ao partido Avante, em evento a ser realizado no Balneário KiPark, a partir das 14h, com a presença dos quatro deputados do Avante: Genival Matias, Tião Gomes, Taciano Diniz e Júnior Araújo, além de lideranças locais, amigos e familiares.

Assessoria

Mostre mais
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios