Justiça suspende passaporte diplomático para Edir Macedo

O bispo Edir Macedo e a esposa dele, Eunice Bezerra, tiveram a concessão passaporte diplomático suspenso pela Justiça. A decisão foi do juiz Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

De acordo com o juiz, a emissão do documento para os líderes da Igreja Universal estava em desacordo com a legislação brasileira.

Para o magistrado, a atuação como líder religioso em atividades da Igreja, ainda que em prol das comunidades brasileiras no exterior, não significa que Macedo represente interesse do País no exterior.

Os passaportes diplomáticos são concedidos ao presidente, o vice, ex-presidentes, ministros, membros de Tribunais Superiores, congressistas e pessoas que devam portá-lo em função do interesse do País.

 

MaisPB

Mostre mais
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios