Funcionário público estuprava filhas e sobrinha dentro de casa na cidade de Bayeux, esposa disse não perceber nada

Meninas tinham 15, 9 e 7 anos quando abusos começaram

Um funcionário público foi preso em flagrante suspeito de estuprar duas sobrinhas e tentar abusar sexualmente da própria filha de 15 anos. A prisão aconteceu na última terça-feira, mas só foi divulgada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (17).

Segundo a delegada Maria da Conceição Casado, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Bayeux (Deam), as declarações de uma das vítimas e depoimentos de testemunhas apontaram para abusos contra as menores há pelo menos oito anos.

“Após denúncia do Conselho Tutelar no início deste mês nossa equipe de investigadores caiu em campo para averiguar a veracidade dos fatos. Também intimamos testemunhas e na tarde de ontem conseguimos prender o suspeito. Ele abusou pela segunda vez da sobrinha de sua esposa, uma menina de apenas 7 anos de idade, na última quinta-feira”, informou.

Ainda segundo a delegada Conceição Casado, a menina foi levada para fazer os exames de praxe e ficou confirmado o abuso sexual. “Severino Gomes colocava a criança no colo e praticava os atos libidinosos, enquanto a mãe da criança dava aulas de reforço escolar próximo à casa do suspeito”.

Uma outra vítima de Severino seria a irmã da primeira. Ela tem 17 anos, mas começou a ser abusada pelo suspeito quando tinha apenas 9 anos de idade. Durante três anos Severino abusou da adolescente.

Além disso, pesa contra o suspeito a tentativa de estupro da própria filha, fato que teria acontecido no final do ano passado. A prisão de Severino Gomes de Oliveira deixou sua esposa surpresa, pois a mesma informou que não desconfiava de nada e ficou sabendo dos fatos apenas quando houve a denúncia do Conselho Tutelar à Delegacia da Mulher de Bayeux.

Mostre mais
Fechar