Vigilante da Justiça Federal atira em superior durante ronda: ‘Ele não queria usar colete de segurança’

Outra versão é de que os dois têm uma rixa pessoal e, por isso, teriam discutido e chegado à violência com arma de fogo.

Uma confusão entre um vigilante e um fiscal da empresa de vigilância que faz a segurança do prédio da Justiça Federal em João Pessoa terminou com o supervisor baleado. O fato aconteceu na noite deste sábado (20), no bairro Pedro Gondim, na sede da JFPB.

Segundo informações repassadas pelo comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), coronel Lucas, o fiscal fazia a ronda no serviço e cobrou do vigilante que ele colocasse o colete a prova de balas. Os dois começaram a discutir e o vigilante atirou contra o supervisor, que foi atingido na coxa.

Outra versão, extraoficial, é de que os dois têm uma rixa pessoal e, por isso, teriam discutido e chegado à violência com arma de fogo.

O ferido foi identificado como Marcos Francisco, de 49 anos. Ele foi socorrido até o Hospital de Trauma da Capital. O estado de saúde não foi informado. O vigilante foi identificado como Luciano.

O atirador fugiu. A dona da empresa de vigilância esteve no local para conversar com a equipe da Polícia Militar.

Mostre mais
Fechar