MINIRREFORMA: Governador ‘ajeita a casa’ exonera procurador e secretário e remaneja gestores

Uma minirreforma administrativa foi feita pelo governador João Azevêdo (PSB) nesta terça-feira (30). A edição de hoje do Diário Oficial (DOE) trouxe as exonerações, à pedido, do procurador-geral do Estado Gilberto Carneiro e do secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Waldson de Souza. Ambos ocuparam os mesmos cargos na gestão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Quem ocupa assume a titularidade da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) é o advogado Fábio Andrade, que ocupava desde o início da atual gestão a superintendência da Sudema. No Planejamento, o secretário executivo Fábio Maia acumulará a titularidade da pasta.

Já Cláudia Veras deixa a Secretaria de Estado da Saúde para assumir a Executiva de Articulação Municipal. A Saúde será gerida pelo atual secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Geraldo Medeiros.

Em nota, Cláudia agradeceu por ter assumido a função e destacou que assume novas missões à convite do governador.

Leia nota na íntegra:

Encerrarei esta manhã um ciclo de 2 anos e 4 meses da mais desafiadora tarefa na minha trajetória profissional. Minha formação e qualificação profissionais na área da saúde pública, e sobretudo uma defensora do SUS, não fizeram esta missão menos árdua. 
O meu sentimento hoje é essencialmente de gratidão: por ter tido esta oportunidade de ter sido indicada para assumir esta função, pela incrível possibilidade de contribuir com o trabalho cotidiano que é a construção do SUS e, sobretudo, aprender com vocês todos os dias. Nessa função tive o privilegio de contribuir com o cumprimento de metas ousadas e estruturantes da saúde pública na Paraíba. Algumas delas mais visíveis: como a implantação do Hospital do Bem – o primeiro serviço público de assistência oncológica no sertão paraibano; o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires – o primeiro hospital público de referência em neurologia e cardiologia no estado, o Centro Especializado de Referência em Reabilitação – o CER de Sousa, a ampliação de leitos (clínicos e de UTI), a organização dos serviços para a conformação das redes de atenção à saúde, dentre muitas outras ações. 
Para os próximos anos, estão definidas as metas e ações que nortearão o trabalho, e será necessário energia redobrada para um governo socialista, em um momento que a conjuntura política sofre profundos ataques que comprometem a democracia e o direito à saúde universal e equânime. 
Estarei por aqui, e a convite do Governador, contribuirei com outras missões. 
Sigamos adiante. Beijo grande.

Mostre mais
Fechar