OPERAÇÃO CARTOLA: Testemunhas serão ouvidas hoje sobre fraudes na Federação Paraibana de Futebol

As 12 testemunhas de acusação arroladas na Ação Penal envolvendo 17 denunciados de integrarem um esquema criminoso de manipulação de jogos de futebol, revelado por meio da ‘Operação Cartola’, serão ouvidas pela juíza Aylzia Fabiana Borges Carrilho, da 4ª Vara Criminal de João Pessoa. A audiência acontecerá nesta quinta-feira (16), no Plenário do Fórum Criminal da Capital, com início previsto para às 14h.

Devido ao grande número de pessoas envolvidas no processo, as audiências foram fracionadas. Primeiro, serão ouvidas as testemunhas de acusação, em outra data, a ser agendada, será a vez das testemunhas da defesa e, por último, será marcada outra audiência para os interrogatórios dos denunciados. Além disso, foram encaminhadas cartas precatórias para ouvir pessoas na Comarca de Campina Grande e em outros estados.

‘Operação Cartola’ – No decorrer de oito meses de investigação, e após a gravação, com autorização judicial, de aproximadamente 105 mil ligações telefônicas de pessoas suspeitas, foi deflagrada, no início do ano passado, a Operação Cartola. Segundo a Polícia Civil, 80 pessoas foram investigadas no esquema. A operação teve como objetivo apurar crimes cometidos por uma organização composta por membros da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Comissão Estadual de Arbitragem da Paraíba (CEAF), Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD/PB) e dirigentes de clubes de futebol profissional da Paraíba e árbitros.

Mostre mais
Fechar