TEM QUE PAGAR PARA TRABALHAR: ‘Golpe do emprego’ na Paraíba pede dinheiro para que desempregados possam concorrer a uma vaga

A professora, Sayonara,  da cidade de Pedras de Fogo, recebeu por meio das redes sociais, mensagens com oferta de emprego de uma suposta funcionária de empresa recrutadora. A funcionária informou para Sayonara que, para que ela pudesse se encaixar na vaga seria necessário ser feito um pagamento para a empresa.

A professora, decidiu não responder mais as mensagens, e conta que a mulher não especificou o valor que seria cobrado, mas insistiu muito não só por meio das redes sociais, mas também por ligações.

O delegado, Marcos Vasconcelos, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações, explica que em qualquer oportunidade que precise de ‘gratificação’ ou requeira financeiramente alguma quantia em dinheiro do candidato, ele deve ficar em alerta. “Se precisar pagar qualquer coisa, não vá, é golpe”, conta.

Mostre mais
Fechar