‘ESTOU TRABALHANDO’: Elba Ramalho recusa convite de primeira-dama do Brasil para integrar projeto do Ministério da Cidadania

A cantora paraibana Elba Ramalho recusou o convite da primeira-dama do Brasil, Michelle Ramalho, para integrar o conselho do programa Pátria Voluntária, ligado ao Ministério da Cidadania.

Em turnê nos Estados Unidos, Elba informou, ontem (10), no Instagram, que não poderia aceitar o convite pelo excesso de trabalho.

“Ratifico a minha disponibilidade para praticar o bem sempre. No entanto, o excesso de trabalho e inúmera viagens me impedem de aceitar este convite que requer mais do que a minha boa intenção. Paz e bem!!!!”, escreveu a artista.

No total, o Conselho Nacional de Incentivo ao Voluntariado terá 24 integrantes e será composto por 12 ministros do governo e 12 representantes da sociedade. Uma das participantes é a advogada Rosângela Moro, mulher do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

O que disse Elba na íntegra 

Amados, durante o mês de junho eu estava em tourné de São João e agora me encontro realizando shows nos Estados Unidos. Realmente fui convidada pela primeira dama Michele Ramalho para integrar o conselho junto ao Ministério da Cidadania, o que certamente me possibilitaria ser mais atuante nas obras sociais que já realizo. Ratifico a minha disponibilidade para praticar o bem sempre. No entanto, o excesso de trabalho e inúmera viagens me impedem de aceitar este convite que requer mais do que a minha boa intenção. Paz e bem!!!!

 

Mostre mais
Fechar