‘Digo isto porque conheço ele’: Messi faz revelação sobre decisão de Neymar no PSG

Em entrevista à radio RAC 1, da Catalunha, argentino revelou que manteve contato com o atacante do PSG nos meses decisivos das conversas, e que se mostrou aberto ao retorno do brasileiro

Uma das principais novelas do último mercado de transferências, a negociação entre Barcelona e Paris Saint-Germain por Neymar não repercutiu apenas na imprensa do mundo todo, mas também no vestiário do clube espanhol. Em entrevista à radio RAC 1, da Catalunha, Lionel Messi revelou que manteve contato com o atacante do PSG nos meses decisivos das conversas, e que se mostrou aberto ao retorno do brasileiro.

“Neymar é um dos melhores do mundo, tê-lo conosco ia nos fazer melhores. Entendo pessoas que valorizavam outras coisas. Pela forma como saiu, havia sócios que não o queriam, mas pelo lado esportivo, queria que viesse”, disse o argentino, revelando que conversou com o brasileiro durante as negociações entre Barcelona e PSG.

“Não estive nas negociações. As pessoas dizem que eu que faço as contratações, mas só sei do que falava com o Neymar, e não da outra parte. Acredito que Neymar está arrependido de ter saído. Pouco tempo depois, percebeu que tinha se enganado, que tomou uma decisão ruim. Digo isto porque o conheço e vejo o que se passa”, afirmou. “No futebol não podemos descartar nada. O presidente afirmou que agora não foi possível, mas que no futuro verá se a porta continua aberta”, concluiu.

Messi revela ‘medo’ por escolha de Neymar

Em uma longa entrevista à rádio RAC 1, o camisa 10 blaugrana revelou que pensava que o brasileiro iria acertar com o Real Madrid, caso não se confirmasse o seu retorno.

“Sinceramente, pensei que Neymar iria para Madri, se não viesse para cá (Barcelona). Ele realmente queria sair de Paris e disse isso. E pensei que Florentino e o Real Madrid fariam algo para tirar proveito disso”, disse o argentino.

No último mês, o jornal AS informou que o clube merengue possuía condições de contratar o brasileiro. No entanto, uma possível chegada de Neymar gerou dúvidas nos bastidores do clube merengue, especialmente ao que diz respeito às condições físicas do brasileiro, que sofreu com lesões recentemente. Além disso, o receio de criar um mau ambiente pelo fato do camisa 10 ter preferido o Barcelona em 2013.

Após sua estreia na temporada contra o Strasbourg, quando fez o gol da vitória nos minutos finais, Neymar abriu o jogo e admitiu que gostaria de ter deixado o clube na última janela. Porém, o jogador afirmou que se manteria focado na equipe durante o decorrer da temporada, dando seu melhor dentro de campo e buscando a confiança dos torcedores, que o haviam criticado.

“Deixo claro que não tenho nada contra os torcedores, nem nada contra a entidade Paris Saint-Germain, mas todos sabem que era um desejo, sim, sair (do PSG). Eu queria isso, deixo bem claro. Não vou entrar em detalhes do que aconteceu nas negociações. O presidente aqui sabe o que fez, os outros, também. Então, isso é uma página virada. Hoje, eu sou jogador do PSG e prometo dar de tudo em campo. Esse é o meu papel, e é isso o que vou fazer nessa temporada”, afirmou o jogador.

“Serei feliz dentro de campo, porque eu não preciso quer gritem o meu nome e estejam ali por mim. O que eu quero é que eles estejam ali pelo Paris Saint-Germain. Se eles falam que o Paris Saint-Germain é muito grande, maior que qualquer jogador, eles têm que esquecer esse jogador e começar a incentivar a equipe durante os 90 minutos, porque acho que será muito mais importante do que ficar vaiando. Já joguei em vários estádios sendo vaiado. É triste, mas sei que a partir de agora será como jogar todo jogo fora de casa”, completou.

Com informações do FOX Sports

Mostre mais
Fechar