WhatsApp testa opção para impedir de adicionar a grupos automaticamente

Em sua versão beta, app trabalha na criação de "Lista Negra" para impedir a adição automática a grupos de conversa

O WhatsApp deve permitir que você escolha quem pode adicioná-lo a grupos de conversa em breve. Segundo informação divulgada pelo site especializado WABetaInfo nesta sexta-feira (11), o app está testando, em sua versão Beta de número 2.19.289, um novo recurso chamado “Lista Negra” (Blacklist, em inglês). A ideia é impedir que as pessoas incluídas nessa seleção possam adicionar automaticamente o usuário a bate-papos em grupo no mensageiro para celulares Android e iPhone (iOS).

Se o administrador do grupo estiver incluso na Lista Negra, ele não conseguirá agregar o usuário à conversa. Em vez disso, a pessoa receberá um convite privado, que pode ser recusado ou aceito. Atualmente, em alguns países, o WhatsApp oferece uma opção que proíbe todos de adicionar você a grupos. Embora tenha sido anunciada em abril, essa função não está habilitada para usuários brasileiros.

De acordo com o portal WABetaInfo, a Lista Negra substitui a opção “ninguém” nas configurações de privacidade de grupo (acessíveis a partir de Configurações > Privacidade > Grupos). O site especializado, no entanto, não aconselha os usuários a aderir ao recurso Blacklist no momento, uma vez que não é possível retornar à configuração anterior. Vale ressaltar que a ferramenta está em fase de testes e ainda não se sabe se o WhatsApp preservará a opção “ninguém” no futuro.

Modo escuro e mensagens em bolhas

A nova versão Beta traz também novidades sobre o modo noturno, que ainda está sendo desenvolvido e não tem data oficial para lançamento. Segundo informações do WABetaInfo, o tema usa cores azul-escuras e poderá ser habilitado automaticamente a partir de uma opção padrão do sistema operacional do aparelho.

O portal afirmou também que o WhatsApp está trabalhando em um recurso que exibe as mensagens em bolhas, formato de notificação parecido com o do Facebook Messenger. Atualmente, esse efeito pode ser obtido a partir de apps terceiros.

Problemas na versão Beta

No Twitter, o WABetaInfo alertou que a mais recente versão Beta do WhatsApp está causando problemas para alguns usuários e travando o app. “Por favor, não atualize para esta versão beta. Se você já fez o update, aguarde a próxima atualização (provavelmente 2.19.293)”, orientou o portal especializado.

Com informações do Tech Tudo

Mostre mais
Fechar