Confira quatro dicas para uma viagem inesquecível de ano novo gastando pouco

Para quem ainda está planejando para onde ir neste final de ano, a dica é apostar em rotas alternativas, ir para lugares que não têm tanta procura assim, buscar voos mais em conta e planejar com antecedência. O ExpressoPB reuniu as principais dicas nesta matéria. Confira:

1. Rotas alternativas

Como o Ano Novo é o período mais concorrido de viagens para o Brasil, empatado com o Carnaval, acaba havendo um crescimento expressivo na demanda para os destinos mais concorridos.

“O preço da passagem se comporta de forma dinâmica, sempre afetado pela demanda. Quanto mais cobiçado pelos viajantes é o destino, mais caro será o voo para lá. Então, a nossa sugestão é fugir das rotas mais disputadas e procurar destinos que tenham um contrafluxo. Partindo de Minas, por exemplo, uma boa alternativa é Vitória, no Espírito Santo, ou praias no interior de São Paulo, como Atibaia”, conta Martins.

2. Flexibilidade

Outra dica é ter flexibilidade para fechar o dia da viagem. Mesmo que nem sempre seja possível, já que muitos trabalhadores acabam dependendo de escalas de plantão de fim de ano ou férias coletivas para decidirem se irão viajar.

“Mas se o viajante tiver opção, o melhor a se fazer é, talvez, antecipar em alguns dias a ida ou adiar em dois ou três dias a volta, o que já pode fazer grande diferença no preço”, detalha.

3. Os voos que ninguém quer

Ainda com base na dica anterior, outra forma de economizar é buscar pelos ‘voos que ninguém quer’, ou seja, aqueles de madrugada, com conexão e os da véspera de Ano Novo, como do dia 31, ou o dia 24, no Natal. “Porque uma coisa que acaba aumentando muito o valor da passagem é que todo mundo quer voar nos mesmos dias, por exemplo, no Natal, todo mundo quer sair dia 23, ninguém quer viajar a noite no dia 24. Mas se o viajante topa, talvez um destes voos pode ser mais interessante financeiramente”.

4. Antecipação

Comprar com antecedência é a chave do sucesso para quem quer economizar nas viagens, especialmente, as de alta temporada como no Ano Novo. Para isso, vale começar a pesquisar os destinos e rotas até mesmo com mais antecedência, já no primeiro semestre.

Da redação

Mostre mais
Fechar