Senador paraguaio é cassado após pedir morte de brasileiros e atacar policiais

O senador paraguaio Payo Cubas foi cassado nesta quinta (28) após a divulgação de vídeo onde ele aparece defendendo a morte de 100 mil brasileiros que vivem no país, ele também agride policiais.

A gravação ocorreu na cidade de Minga Porá, a pouco mais de 70 quilômetros de Foz do Iguaçu no Paraná.

Na votação desta quinta-feira (28) foram 23 votos foram a favor, 3 obtenções, 1 contra e 18 ausências, com esse resultado Cubas, eleito pelo partido PEN (Partido do Encontro Nacional), perdeu o mandado.

A decisão foi baseada nas agressões aos policiais e a tentativa de invasão do posto policial além de danos a uma viatura da polícia, mas os senadores não comentaram e nem analisaram as ameaças feitas por Cubas aos brasileiros.

Sobre o caso

No Paraguai moram mais de 300 mil agricultores brasileiros ou descendentes, nascidos no país, os chamados brasiguaios.

A maioria vive da agricultura, mas convive com o medo das ameaças de invasão e agressões feitas por campesinos, os sem-terra paraguaios.

As ameaças ganharam força com o senador, Payo Cubas, que a muito tempo mostra sua revolta contra os brasileiros.

No vídeo divulgado nesta semana, em Minga Porã, o senador barrou um caminhão transportando madeira e fez um discurso ameaçador.

Depois do bloqueio ao caminhão o senador foi ao posto policial do povoado e agrediu os policiais que acompanham a situação.

Primeiro, ele retira a chave do veículo, obriga os policiais a desembarcarem e ainda dá um tapa na cabeça de um dos oficiais que chega a pegar a arma, presa a cintura.

Furioso, o senador joga um vaso contra o prédio e empurra o chefe da equipe que tenta contê-lo, juntamente com os assessores.

No vídeo o senador paraguaio aparece defendendo a morte de 100 mil brasileiros que vivem no país. Ele dirige-se a um grupo de pessoas e fala “bandidos brasileiros, bandidos! Invasores! Agora desflorestando o país”… “Tem que matar aqui ao menos 100 mil brasileiros bandidos”.

 

Redação

Mostre mais
Fechar