Taciano Diniz é contra CPI que pede investigação e flexibilização do mercado de cartórios na PB

O deputado Taciano Diniz (Avante) se envolveu recentemente em uma polêmica, ao retirar o nome de uma lista que pedia a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a administração de cartórios na Paraíba. Segundo o texto que pede uma investigação da prestação do serviço no Estado e a abertura do mercado para novos interessados, enquanto na Paraíba funcionam 82 cartórios, no Ceará são 211 e em Pernambuco, 175.

Autor da CPI, o deputado Tião Gomes disse que quer avaliar a abertura de novos cartórios, não apenas em João Pessoa, mas também em Campina Grande, Alhandra, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo. Além de Taciano, a deputada Pollyana Dutra (PSB) também retirou o nome da lista. Apesar da retirada dos nomes, Tião Gomes correu atrás e já conseguiu mais duas assinaturas. Os deputados Chio (Rede) e Estela Bezerra (PSB) assinaram a lista e garantiram as doze assinaturas para criar a CPI.

Em janeiro deste ano, o nome do deputado foi parar nos portais e rádios paraibanos por conta de outra polêmica. Desta vez, envolvendo as instalações de seu futuro gabinete. Taciano teve o nome veiculado na imprensa da Capital e, por não gostar da exposição, ameaçou processar o jornalista que veiculou a matéria.

Relembre a polêmica:

 

 

Mostre mais
Fechar