Ricardo Coutinho condicionou pagamento de R$ 1 milhão para contratar IPCEP segundo delator

A delação do empresário Daniel Gomes da Silva, coordenador da Cruz Vermelha, disse em delação premiada que, antes de inaugurar o Hospital Geral de Mamanguape, ele e o ex-governador Ricardo Coutinho teriam acertado uma propina no valor de R$ 1 milhão para que o Governo do Estado contratasse o IPCEP para administrar a unidade hospitalar em Mamanguape.

O Hospital foi inaugurado dia 2 de julho de 2014, e o IPCEP foi a organização social contratada pelo Governo para administrar a unidade.

O Hospital de Mamanguape foi inaugurado em 2 de julho de 2014, portanto seriam seis meses (julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro de 2014). Só que em vez de seis parcelas, foram pagas sete, e em vez de R$ 1,9 milhão, um dos pagamentos foi de R$ 3,9 milhões.

Mostre mais
Fechar