Programa de Habitação da PB vai construir em fase piloto mil casas para famílias de baixa renda

O governador João Azevêdo (sem partido) lançou, nesta quarta-feira (22), o projeto “Parceiros da Habitação”, que prevê a construção de casas populares para famílias de baixa renda e o investimento de R$ 15 milhões, inicialmente, em um projeto piloto que vai construir mil imóveis.

De acordo com João, o “Parceiros da Habitação” tentará minimizar o impacto da suspensão do “Minha Casa Minha Vida” por parte do governo federal.

“É um programa que será construído a partir de parcerias entre o governo do Estado, entidades que representam a luta pela moradia e os municípios. É uma divisão de responsabilidade e de custos que viabilizará este empreendimento”, disse João Azevêdo.

O projeto-piloto será iniciado nos municípios de João Pessoa, Remígio e Barra de São Miguel, onde serão construídas 174 residências.

Minha Casa, Minha Vida

O “Novo Minha Casa Minha Vida”, programa de habitação do governo federal, foi adiado de dezembro do ano passado para 2020, ainda sem data prevista. O projeto está passando por uma releitura por parte da equipe de Desenvolvimento Regional do governo Bolsonaro.

De acordo com o ministério do Desenvolvimento Regional, o projeto prevê uma redução da “Faixa 1″ do projeto ”Minha Casa Minha Vida”, que antes compreendia as rendas familiares de até R$ 1.800 e agora vai até R$ 1.200. A redução, segundo o ministro Gustavo Canuto, se deve ao fato de que o ministério verificou que, pelas estatísticas, as famílias com renda acima de R$ 1.200 já teriam condição de fazer um financiamento imobiliário.

Mostre mais
Fechar