Crise interna: presidente do PT de Campina proíbe que Jackson interfira nas alianças municipais

O presidente do PT em Campina Grande, Hermano Nepomuceno, disse que não permite que o presidente estadual da sigla, Jackson Macêdo, interfira nas eleições ou alianças municipais de 2020. A declaração foi dada após Macêdo afirmar que o PT não iria apoiar a candidatura da secretária de Articulação Municipal do Estado, Ana Cláudia Vital, à prefeitura de Campina.

Hermano afirmou que Macêdo “não tem esse poder de interferir”. A decisão, segundo o dirigente, será do diretório municipal.

“Ele deu uma opinião pessoal e deselegante. Quem define aliança é o diretório municipal. Acho que ele deveria ter sensibilidade de escutar [os pares]. Faltou habilidade. Não vou vetar ninguém, tenho até respeito. Quando ela trabalhou para Haddad no segundo turno ninguém disse que ela não poderia participar disso aqui. Agora vem com essa? Não torço para ninguém. Ele não tem esse poder de interferir”, concluiu Hermano.

Mostre mais
Fechar