Coronavírus: Governo decreta ‘estado de transmissão comunitária’ em todo o país

Total de casos subiu 45% em um dia. Ministro da Saúde prevê 'disparada' dos casos em abril e queda somente em setembro.

O Ministério da Saúde decretou na noite desta sexta-feira (20) estado de transmissão comunitária do coronavírus em todo território nacional. A decisão estabelece o isolamento domiciliar por 14 dias de pessoas com sintomas respiratórios e de todos aqueles que residam no mesmo endereço para conter a transmissibilidade do vírus.

De acordo com a pasta, a medida de isolamento vale para pessoas com a apresentação de tosse seca, dor de garganta ou dificuldade respiratória, acompanhada ou não de febre.

De acordo com a portaria publicada em edição extra do Diário Oficial, a medida leva e, conta a “a condição de transmissão comunitária do coronavírus (covid-19) e a necessidade premente de envidar todos os esforços em reduzir a transmissibilidade e oportunizar manejo adequado dos casos leves na rede de atenção primária à saúde e dos casos graves na rede de urgência/emergência e hospitalar”.

“A gente deve entrar em abril e iniciar a subida rápida [de infecções]. Essa subida rápida vai durar o mês de abril, o mês de maio e o mês de junho, quando ela vai começar a ter uma tendência de desaceleração de subida” – Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde

Os casos de transmissão de Covid-19, infecção causada pelo coronavírus, deverão perder velocidade a partir de julho e, em agosto, é esperado que as ocorrências comecem a cair.

Mostre mais
Fechar