Grupo assume autoria por saque em supermercado e se desculpa: “estávamos com fome”

Um grupo de moradores de uma ocupação localizada no Cidade Verde, em João Pessoa, assumiu a autoria do saque realizado na noite do último sábado ao supermercado Big Nordeste, no mesmo bairro. O furto foi praticado por cerca de 20 pessoas com os rostos cobertos, de acordo com o coronel Barros, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM).

Havia crianças envolvidas na ação e foram levados alimentos e produtos de higiene. No vídeo, os populares pedem desculpas pelo ato e dizem que agiram porque estavam com fome.

“O governo não tem auxiliado a nós e viemos aqui pedir perdão pelo acontecido no mercadinho. Não foi nossa intenção avacalhar nem desmoralizar ninguém. Essas pessoas que estão aqui pegaram leite e alimento para suas crianças. Mas teve outras pessoas que pegaram bebidas, mas a gente estava em situação emergencial e viemos esclarecer isso. Pedimos perdão ao dono do mercadinho e a todos”, diz um homem que gravou o vídeo. “A gente está falando pela gente e pede perdão”, afirmou uma das moradoras da ocupação Sonho Verde.

Um representante do Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras por Direitos, Gleyson Melo, garantiu que ele é real. A entidade tem mantido reuniões por videoconferência com o Ministério Público Federal da Paraíba para buscar a doação de cestas básicas e material de higiene pessoal para os moradores em situação de vulnerabilidade social:

“Eles têm fome e precisam manter a higiene durante o período de isolamento social por causa do coronavírus. Isso é urgente. Há famílias cujas moradias apresentam problemas estruturais e que têm sofrido muito nesta época, especialmente quando chove. Mas todos passam pelo drama da fome e da carência de produtos de higiene”, disse ele.

Uma campanha foi criada para ajudar as famílias carentes durante o período de pandemia:

 

Mostre mais
Fechar