FÉRIAS E REDUÇÃO DE SALÁRIO: Botafogo-PB dispensa elenco e anuncia medidas para economizar durante pandemia

O Botafogo-PB decidiu o que vai fazer financeiramente para diminuir os impactos da paralisação do futebol brasileiro por conta do surto de coronavírus no país. O Belo vai diminuir em 25% os salários do seu elenco e dar férias coletivas aos jogadores de 30 dias. Atualmente, o clube tem uma folha salarial por volta de R$ 400 mil.

A diminuição dos salários dos atletas em 25% vem sendo uma prática recorrente em alguns clubes brasileiros, como Fluminense, Cruzeiro e Ponte Preta, assim como as férias coletivas, casos de Palmeiras, Flamengo e outros.

– Nós definimos que vamos pagar 75% dos salários. Vamos pagar março nos próximos dias, já com essa diminuição, dar férias de 30 dias e pagar elas também com essa diminuição. O terço de férias vamos pagar até dezembro – comentou Sérgio Meira, presidente do clube.

A decisão, no entanto, não foi bem aceita por todos os atletas. Segundo o mandatário do clube, entretanto, as equipes brasileiras estão enfrentando uma crise inesperada e não têm muito o que fazer.

– É natural o incômodo dos jogadores, mas temos que fazer o que a maioria das equipes estão fazendo – explicou.

Os funcionários também vão ter uma redução em seus vencimentos, mas menor, de 15%. Já os empregados do clube que recebem até R$ 1.500 não vão ter seus salários diminuídos.

Nessa segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou um auxílio de R$ 200 mil para clubes da Série C. A esse montante vai ser somado R$ 10 mil, fruto de uma ajuda que a Federação Paraibana de Futebol (FPF) recebeu da entidade nacional, que a FPF decidiu repartir entre os clubes da primeira divisão do Campeonato Paraibano.

Mostre mais
Fechar