OPERAÇÃO PREVINA-SE: Polícia Militar vai adotar medidas para tirar aglomerações das ruas da Paraíba

A Polícia Militar da Paraíba vai intensificar a fiscalização para conter as aglomerações de pessoas durante o período de restrições sociais devido ao surto do novo coronavírus. Para isto, a entidade lançará nesta quarta-feira (8) a ‘Operação Previna-se’, como foco do plano operacional do feriado da Páscoa.

Apesar das medidas determinadas pelo Governo do Estado, passou de mil o número de denúncias de aglomerações de pessoas que a Polícia Militar atendeu, nas duas últimas semanas, na Paraíba. São previstas pelo menos cinco operações para o feriadão, para reforçar a segurança e também prevenir aglomerações, já que no período haverá uma maior quantidade de pessoas aproveitando a folga.

“Estaremos reforçando as ações para prevenir os crimes de roubos, arrombamentos e crimes contra a vida, além de dar continuidade às orientações e fiscalizações sobre o isolamento social que se faz necessário para combater o avanço do novo coronavírus, conforme vêm alertando os principais órgãos de saúde do mundo, do Brasil e da Paraíba”, detalhou o Coronel Euller Chaves.

Denúncias

Até essa terça-feira (7), foram atendidas 1.084 denúncias de aglomeração de pessoas em bares, festas e outros pontos proibidos por decreto estadual. A maior parte em João Pessoa, com 632 atendimentos, sendo mais de 45% na zona sul, onde foram recebidas 294 solicitações. A Capital concentra o maior número de casos confirmados de Covid-19, por isso o reforço será maior na cidade, bem como nas regiões de Campina Grande, Santa Rita, Cabedelo, Igaracy, Junco do Seridó, Patos, Serra Branca e Sousa – onde têm casos confirmados da doença.

Pagamento do auxílio

A PM estará reforçando também o policiamento perto de agências bancárias e casas lotéricas, já que estes locais estarão efetuando o pagamento do auxílio emergencial a trabalhadores informais, que começa nesta quinta-feira (9).

Mostre mais
Fechar