RADICALIZANDO O ISOLAMENTO: Prefeitos da área metropolitana de João Pessoa podem decretar lockdown a qualquer momento – ENTENDA

A pandemia de coronavírus já chegou num ponto considerado crítico pelos prefeitos da área metropolitana de João Pessoa.

O prefeito Emerson Panta, da cidade de Santa Rita, tem se mostrado muito preocupado com o agravamento da contaminação entre a população. Mesmo com o decreto do isolamento social, os números de indivíduos isolados tem se mostrado abaixo do necessário. Cerca de metade da população mantém o isolamento, enquanto a outra metade não respeita as determinações. A cidade de Santa Rita já tem mais de 90 casos confirmados de coronavírus, mesmo mantendo a desinfecção do mercado público, o adiantamento, distribuição de máscaras e fragmentação no pagamento dos servidores. cidade conhecida como Rainha dia Canaviais deve ser a primeira a decretar lockdown.

Luciano Cartaxo, prefeito de João Pessoa, e os demais prefeitos da região metropolitana estão elaborando uma carta conjunta para ser entregue ao governador João Azevedo e a determinação do lockdown total pode acontecer a qualquer momento.

O ponto mais radical do isolamento, conhecido como lockdown, é o bloqueio total de circulação de pessoas. Segundo os prefeitos de João Pessoa e cidades vizinhas, a intervenção na circulação de pessoas será necessária para conter a contaminação do coronavírus e permitir que a população saia mais rapidamente do isolamento social.

O que é o lockdown

Esse é o nível mais alto de segurança e pode ser necessário em situação de grave ameaça ao Sistema de Saúde. Todas as entradas do perímetro determinado (cidade, estado ou país) são bloqueadas por profissionais de segurança e ninguém tem permissão de entrar ou sair.

Além da proibição de circulação, todas as atividades ficam interrompidas, ainda que por curto período de tempo. O lockdown é eficaz para reduzir da curva de casos e dar tempo para reorganização do sistema em situação de aceleração descontrolada de casos da doença e de óbitos. Segundo o Ministério da Saúde, “países que implementaram, conseguiram sair mais rápido do momento mais crítico”.
Crédito: Expresso PB 
Mostre mais
Fechar