“Não entrei na política para me sacrificar”, diz Walber Virgolino ao reclamar de corte no salário

O deputado Wallber Virgulino (Patriota) voltou a polemizar mais uma vez após protagonizar uma nova fala desastrosa. Durante uma live com o também deputado estadual Cabo Gilberto, Virgulino reclamou mais uma vez da diminuição do salário na Assembleia Legislativa da Paraíba como forma de economizar recursos e ajudar o Estado com R$ 2 milhões a combater o coronavírus.

Na conversa, Virgulino diz que está sendo difícil ter que se readaptar com o novo salário – que voltou a ser como no ano passado pelos próximos dois meses: R$ 25 mil. Isso mesmo! O parlamentar reclama que com esse valor é difícil viver e que está acostumado com outro padrão de vida.

“Assembleia tem feito seu papel cortante, dá para cortar mais vamos cortar. Agora não concordo de mexer na sua subsistência. Alguém vai dizer ‘mas eu vivo um salário mínimo e vivo’. Você vive em cima do padrão de um salário mínimo, eu não consigo viver em cima do padrão de salário mínimo, e não tenho como baixar”, afirmou Wallber.

Ainda segundo Wallber, ele sugere que teria entrado para política para fazer carreira e receber um bom salário. “Eu não entrei na política para me sacrificar”, diz, com todas as palavras, o deputado.

Em 2016, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), 76% da população paraibana viveu com no máximo um salário mínimo. Portanto, sobreviver com a menor remuneração formal da economia brasileira é a realidade de grande parte do povo. Para o deputado, isso não conseguiria ser feito.

Assista:

 

 

Mostre mais
Fechar