‘A sociedade optou pela contaminação’, afirma secretário de Saúde do Amazonas

Na última sexta-feira (15) o secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, afirmou que a sociedade teria feito uma opção por contaminar-se ao descumprir as medidas de isolamento social que vinham sendo respeitadas ao longo do ano. Atualmente o estado do Amazonas encontra-se com a saúde pública em crise por causa do rápido aumento no número de casos de covid-19 e da falta de oxigênio hospitalar nos hospitais da rede pública.

“Apesar dos alertas, dos decretos, a sociedade fez uma escolha de manter as aglomerações, participar das confraternizações, comemorar Réveillon, fazer festas clandestinas, principalmente. Ou seja, quando a sociedade opta pela contaminação, invariavelmente, 15 dias depois, nós sofremos o pico dessa aglomeração “afirmou.

Questionado sobre se o governo também não teria falhado ao não impor o uso da força para que as medidas fossem cumpridas, Campêlo disse que o estado não teria meios para fazer isso. “O governo usou todas as forças possíveis. Onde detectávamos descumprimento, nós atuávamos. É impossível estar em todos os lugares, em todas as casas, condomínios, nos parques”, afirmou.

Mostre mais
Fechar