Acusado de ordenar o assassinato de Tim Lopes, Elias Maluco é encontrado morto na prisão

O traficante carioca Elias Pereira da Silva, mais conhecido pelo vulgo Elias Maluco, foi encontrado morto na Penitenciária Federal de Catanduvas, no oeste do Paraná. Sinais de enforcamento foram encontrados no corpo, mas a causa da morte de Elias ainda não foi confirmada.

Preso desde 2002 por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Elias também havia sido condenado em 2005 por homicídio, formação de quadrilha e ocultação de cadáver no julgamento do caso que apurou o assassinato do jornalista Tim Lopes.

“A família foi comunicada pelo Serviço Social da unidade. O Depen informa, ainda, que preza pelo irrestrito cumprimento da Lei de Execução Penal e que todas as assistências previstas no normativo são garantidas aos privados de liberdade que se encontram custodiados no Sistema Penitenciário Federal”, diz a nota divulgada pelo Departamento Penitenciário Nacional. O órgão também confirmou que a cela em que o traficante foi encontrado morto será periciada.

Caso Tim Lopes

Em junho de 2002 o jornalista da Rede Globo, Tim Lopes, foi assassinado enquanto produzia uma reportagem sobre abuso de menores de idade em bailes funk de favelas cariocas. O jornalista foi reconhecido, sequestrado, torturado e morto por criminosos comandados por Elias.

Luta pela Inocência

No início do ano um grupo de advogados havia ganhado repercussão nacional ao tentarem desarquivarem o inquérito sobre a morte de Tim Lopes na tentativa de provarem que Elias seria inocente do crime. os advogados defendiam que ele estaria com parentes no momento em que o crime foi cometido e portanto não teria nenhum envolvimento com o caso.

Mostre mais
Fechar