Alta nos preços do arroz, óleo e leite faz supermercados de João Pessoa limitarem a venda de produtos

Se os consumidores já ficaram assustados com o aumento no preço do quilo do arroz e do óleo nos últimos dias, agora o que eles irão enfrentar é a limitação da quantidade de unidades que poderá comprar. Além dos preços, os estabelecimentos estão tendo dificuldades por conta da demora na reposição dos produtos. Por conta disso, alguns supermercados das grandes redes, em João Pessoa, já estão fazendo suas restrições no pacote do arroz, do leite longa vida e do óleo.

Em uma das redes visitadas, o supermercado está limitando em 10 unidades na aquisição do quilo de arroz e em 12 unidades do leite longa vida. Segundo o presidente da Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB), Cícero Bernardo, os estabelecimentos alegam que não estão conseguindo repor todo pedido que está sendo feito conforme os prazos estipulados. “Eles estão limitando para que consigam atender todos os clientes e que pessoas, de mercearia pequena, de bairro, não queiram comprar todos os produtos que têm na prateleira e o consumidor fique sem ser atendido”, afirmou, em entrevista ao ClickPB.

Ainda de acordo com Cícero Bernardo, a limitação tem sido feita pelas grandes redes de supermercados. “Os pequenos não tem estoque que possa limitar para atender tantas pessoas”, comentou, destacando que isso ocorre em virtude dos altos preços dessas mercadorias. O presidente da ASPB informou que “a gente está com dificuldade. Está demorando chegar os pedidos. A gente tem que segurar o estoque, atender todo mundo até que receba nossa remessa”, afirmou.

O preço só poderá ser reajustado quando o estabelecimento receber nova remessa. “Se for deixar, se não fizer para meu cliente ser atendido, de repente vai ter uma pessoa, um atravessador, que vai comprar e vai vender por um preço mais alto e lá na frente eu não consigo atender ao meu cliente por um preço que eu queria vender”, frisou.

Mostre mais
Fechar