Apenas 10% da população paraibana está imunizada do Covid-19; para alcançar a imunidade de rebanho é necessário atingir os 50%, diz secretário

Enquanto não há a existência de um antídoto eficaz contra o novo coronavírus (Covid-19) – no caso, uma vacina – prefeitos e governadores de diversas partes do país contam com a imunidade de rebanho. Aqui, na Paraíba, 10% da população está imunizada contra o novo coronavírus, segundo o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros. Isso porque as pessoas consideradas imunizadas são aquelas as quais já foram contaminadas e adquiriram anticorpos contra o SARS-CoV-2. No entanto, o número ideal para atingir a imunidade de rebanho é de 50% da população imunizada.

O secretário explicou que a imunidade de rebanho faz com que a curva de novos casos diminua porque, quanto mais infectados já imunizados, menos o vírus se espalha e o número de contaminados vai diminuindo. Assim, chega-se à tão sonhada queda de pandemia. “Na vigência de uma pandemia quando temos uma população amplamente imunizada isso é o que a gente chama de imunidade de rebanho. Só que para o arrefecimento de uma pandemia é necessário ter de 50% a 60% da população imunizada”, informou Geraldo Medeiros em entrevista ao ClickPB.

Ele lembrou dos estados onde houve alto índice de casos confirmados de infectados pelo novo coronavírus. “Os estados que tiveram algo grau de propagação do vírus como Ceará, Pernambuco, Amazonas e Pará já estão com queda no números de casos.”

O secretário disse ao ClickPB que a Paraíba tem cerca de 360 mil imunizados, considerando o número de recuperados que foram hospitalizados e multiplicando por seis para incluir na contagem os assintomáticos. Segundo ele, esse quantitativo não chega a 10%, o que torna a Paraíba ainda longe da ideal imunidade de rebanho. Mas Geraldo Medeiros esclarece que a imunidade de rebanho é apenas um dos fatores para considerar na diminuição de uma pandemia.

Geraldo Medeiros lembrou que a Paraíba registra diminuição de casos graves e, “consequentemente o percentual de ocupação de leitos de UTI adulto está caindo semana a semana. Mesmo tendo ainda de 200 a 300 casos novos por dia, estamos observando que, mesmo assim, o percentual de ocupação de leitos de UTI está diminuindo.”

Contudo, o secretário de Saúde da Paraíba destacou que a esperança maior está na vacinação contra o novo coronavírus. “Essa pandemia só vai desaparecer quando a vacina contemplar toda a população.”

Mostre mais
Fechar