BELA E BANDIDA: Miss é presa por envolvimento com gangue de sequestradores e pode ser condenada a 50 anos de cadeia

A miss mexicana Laura Mojica Romero foi presa sob acusação de envolvimento com uma gangue de sequestradores que agia no estado de Veracruz. De acordo com o El País, ela aguarda julgamento e corre o risco de ser condenada a até 50 anos de prisão.

Nascida na cidade de Tuxtepec, no estado de Oaxaca, Laura conquistou o título de Miss Oaxaca 2018 e foi uma das finalistas no Miss México 2019. Também representando o país, ela conquistou o título “Rainha Internacional do Café de 2020”, em competição realizada na Colômbia.

Ainda de acordo com a publicação, a prisão aconteceu durante uma operação da UECS (Unidade Especializada em Combate ao Sequestro). Além da miss, foram detidas outras sete pessoas envolvidas no caso.

Segundo sua biografia no Instagram, Laura é formada em administração e era o rosto de algumas associações relacionadas à luta contra o câncer de mama e infantil.

Mostre mais
Fechar