Brasileiro é o turista mais rejeitado do mundo, diz pesquisa

Viajar para fora do país não será uma tarefa fácil para o brasileiro. De acordo com o serviço online de venda de passagens Skyscanner, o brasileiro atualmente está com fortes restrições para entrar em pelo menos 116 países, tornando-nos o segundo país mais rejeitado do mundo. O levantamento foi feito com dados da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) e envolve suspensões de viagens provenientes do Brasil (não de cidadãos brasileiros, mas de quem parte daqui) ou nações fechadas para quaisquer entradas.

Segundo levantamento, somente a África do Sul aparece na frente do Brasil no quesito barreiras. Viagens provenientes do país sul-africano são bloqueadas por 119 países. Em terceiro lugar vem o Reino Unido, bloqueado por 111 países.

É possível conferir o mapa com o levantamento da Skyscanner aqui e da verificar as restrições de cada país diretamente no site da IATA, em que é possível consultar regras de entrada atualizadas da maioria dos países, atualizada constantemente.

Outra iniciativa que tenta acompanhar o cenário das restrições de viagem é o Travel Bans, que permite cruzar dados de país de destino e chegada e ver se a entrada está permitida para residentes, estrangeiros, turismo e se a quarentena é obrigatória.

Mesmo com o gradual aumento da porcentagem de população vacinada no Brasil, ainda é uma incógnita até quando as restrições a pessoas que estiveram no Brasil serão rígidas. Países que tem feito um controle mais rígido sobre a pandemia, como muitos países europeus e Estados Unidos, querem evitar a disseminação de novas variantes e estão sendo bastante cautelosos com a reabertura para o turismo.

Mostre mais
Fechar