CAPACITAÇÃO E RECICLAGEM: Sistema penitenciário ganha fábrica de vassouras feitas com garrafas pet

Os detentos do sistema penitenciário da Paraíba ganharam mais uma oportunidade de aprender uma profissão e de serem inseridos no mercado de trabalho. Na tarde dessa quarta-feira (30), foi inaugurada na Penitenciária Padrão de Santa Rita, na Grande João Pessoa, uma fábrica escola de vassouras feitas com garrafas pet.

Inicialmente, 15 presos serão capacitados para iniciar a produção de vassouras a partir de janeiro. Estes detentos serão beneficiados pela Lei 7210/84, que prevê a remição da pena (um dia para cada três dias trabalhados), enquanto suas famílias serão remuneradas com a venda dos produtos.

A Fábrica de Vassouras Esperança Viva foi construída em parceria entre a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), a Fundação Cidade Viva e Vara das Execuções Penais.

“O maior objetivo é a reintegração social”, explica o secretário da Administração Penitenciária (Seap), Sérgio Fonseca. “Quando se soma as forças do Estado e da sociedade civil você consegue efetivamente impactar de forma positiva na vida, no caso aqui das pessoas privadas de liberdade”, complementa.

Para o pastor Moisés Lima, da Fundação Cidade Viva, o projeto vai contribuir em levar esperança às pessoas privadas de liberdade e é uma demonstração de confiança nos presos. A psicóloga e representante do Conselho da Comunidade de Santa Rita, Andreia Paulino, comenta que é gratificante quando surgem postos de trabalho para a população carcerária. “Eles têm a consciência que isto aqui não é apenas uma fábrica, mas o valor deles. Fico feliz em ver que cada um está aprendendo para usar o que aprendeu lá fora”, enfatiza.

Ressocialização

Atualmente, a Paraíba tem 1.775 pessoas privadas de liberdade em atividades de trabalho, de acordo com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen). O número representa crescimento de 95,7% em comparação com os dados de 2019, quando havia 907 detentos trabalhando. “São 824 pessoas em trabalho externo e 951 em trabalhos internos”, comemora o secretário Sérgio Fonseca.

Mostre mais
Fechar