CASO MADELEINE: Justiça alemã confirma condenação de sete anos de prisão do suspeito de rapto

O Tribunal Federal de Cassação de Karlsruhe, na Alemanha, confirmou nesta sexta-feira (20) a condenação a sete anos de prisão por estupro de uma idosa de Christian Bruckner, considerado o principal suspeito do rapto da menina britânica Madeleine McCann, ocorrido em 2007.

O alemão estava com a pena suspensa desde 2019, mas como o Tribunal de Justiça da União Europeia indeferiu o pedido da defesa em setembro deste ano, a Justiça alemã pode confirmar a condenação.

Bruckner tem uma longa história de condenações por diversos crimes e o anúncio desta sexta refere-se ao estupro de uma senhora de 72 anos, em 2005, em Portugal. A defesa alegava que o pedido de extradição do acusado tinha sido feito de maneira irregular, mas a justiça europeia negou a solicitação.

Com isso, o temor das autoridades alemãs de que o principal suspeito do caso Maddie fosse solto, não ocorreu. Os procuradores do país voltaram as suas atenções para Bruckner após um outro acusado, em outro crime, dizer que o suspeito havia se gabado de ter raptado a pequena britânica de 3 de anos.

Mostre mais
Fechar