CCJ aprova MP que define reajuste salarial para servidores militares do Estado

Os parlamentares aprovaram a urgência e relevância das seis Medidas Provisórias de autoria do Executivo

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, na tarde desta segunda-feira (25), a primeira reunião do semestre e apreciou 10 vetos do governador do Estado a projetos de leis, além de seis Medidas Provisórias (MPs) encaminhadas à Casa de Epitácio Pessoa pelo Executivo Estadual.

 

Os parlamentares aprovaram a urgência e relevância das seis Medidas Provisórias de autoria do Executivo.

 

Entre as MPs aprovadas está a de número 279/2019, que define reajuste salarial para os servidores militares, da Segurança Pública, e profissionais da Educação do Estado. A proposta foi aprovada por unanimidade e deve ser levada em breve para discussão em plenário.

Também foi provada a MP que altera a denominação da empresa Rádio Tabajara da Paraíba S.A. para Empresa Paraibana de Comunicação – EPC, que absorve a União Superintendência de Imprensa e Editora.

 

Dos 10 vetos encaminhados pelo Governo do Estado, sete foram mantidos e dois derrubados. Os deputados mantiveram ainda o veto parcial de número 014/2019, ao projeto 1.981/2018, encaminhado pelo governador, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2019. A justificativa, segundo o relator da proposta, o líder do Governo, Ricardo Barbosa, é que o veto se deu por causa de duas emendas que estavam em desconformidade com a legislação vigente.

Fonte: Wscom

Mostre mais
Fechar