Celso de Mello antecipa aposentadoria e anuncia saída do STF

Membro mais velho do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello anunciou que se aposentará no dia 13 de outubro. A previsão era de que ele apenas deixaria o STF no dia 1 de novembro quando completaria 75 anos de idade e seria aposentado compulsoriamente.

Com a saída do decano, será necessário avaliar quem será encarregado de dar continuidade aos processos que estavam sob sua relatoria. Dentre os principais processos que vem sendo conduzidos por Celso de Mello é o inquérito que apura a veracidade nas acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro contra o presidente da República Jair Bolsonaro.

A tendência é que a responsabilidade da investigação seja redistribuída por sorteio entre todos os ministros do STF. Isso deve ser feito entre a saída do decano da corte e a posse do substituto, intervalo que costuma durar mais de um mês. Na visão de integrantes do Palácio do Planalto, dificilmente a relatoria será repassada a um ministro mais rigoroso que Celso. A atuação dele no inquérito tem incomodado o governo.

Mostre mais
Fechar