Colunista afirma que Neymar foi cobrado por patrocinadores após realização de festas de réveillon em Mangaratiba

Segundo informações do colunista Léo Dias, o escritório de Neymar teria sido acionado pela Puma e pela Red Bull após a divulgação da informação de que a festa de fim-de-ano realizada pelo jogador em em dezembro de 2020 teria durado cinco dias. Segundo o colunista social, apesar dele não ter comprado os direitos de uso, ele teria tido acesso a um vídeo de um discurso feito por Neymar durante os festejos em que acusava a imprensa de o perseguir.

A equipe de marketing de Neymar sofre para tentar “amadurecer” a imagem pública dele. Neymar tentou se engajar em causas sociais extremamente relevantes. Mas a síndrome de Peter Pan não sai da imagem do atleta.

Mostre mais
Fechar