CORRIDA TRADICIONAL CANCELADA: Prefeito de São Paulo diz que Corrida de São Silvestre pode não acontecer esse ano

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB-SP), sinalizou hoje durante entrevista coletiva que a Corrida de São Silvestre não deve ocorrer em 2020. Para Covas, a prova tradicionalmente disputada no último dia do ano “seria impossível” no momento atual, mas o prefeito também indicou que as chances são pequenas de o panorama da pandemia do coronavírus mudar radicalmente até o final do ano para possibilitar o evento.

“A São Silvestre é um evento privado, não é organizado pela Prefeitura de São Paulo. Até agora, a Fundação Cásper Líbero, que é a responsável pela organização do evento, não anunciou qualquer mudança em relação ao evento”, afirmou Covas.

“Já avisamos a Fundação que no momento é impossível realizar um evento como a São Silvestre. Se eles quiserem correr o risco de aguardar o dia 31 de dezembro para verificar, lá em 31 de dezembro, se é possível ou não fazer, é um risco que eles correm”, explicou o prefeito.

Coordenador do Centro de Contingência da covid-19 no estado de São Paulo, José Medina foi mais enfático e elencou as dificuldades para que o evento aconteça no contexto da pandemia.

“Esse é um evento que tem uma aglomeração muito grande, um tempo de exposição grande e com pouca possibilidade de distanciamento, inclusive o distanciamento no início da corrida efetivamente não acontece”, disse Medina.

“Esse é um evento que no momento não é recomendável e até o final do ano vai ser difícil que se concretize”, previu.

Mostre mais
Fechar