Dono de Instituto responsável por divulgar pesquisa que mostra Lucas Romão em primeiro lugar em Pedras de Fogo é processado por falsificação para fins eleitorais

O dono do IMAPE, instituto que divulgou pesquisa eleitoral indicando o candidato a prefeito de Pedras de Fogo, Lucas Romão, em primeiro lugar na intenção de votos dos eleitores locais, responde a processo por falsificação e alteração de documento público para fins eleitorais.

A ação penal contra Francisco Virgulino de Amorim foi movida pelo próprio Ministério Público Eleitoral de Mauriti, no Ceará, que identificou o suposto crime praticado em 2018 pelo dono do instituto que aferiu a pesquisa em Pedras de Fogo recentemente.

O fato de Francisco Virgulino já responder por processo coloca o Ministério Público Eleitoral da Paraíba em alerta com relação a realização da consulta feita pela mesma empresa na cidade paraibana.

A última movimentação no processo de falsificação que corre contra o dono do IMAPE foi em janeiro deste ano, conforme demonstra acompanhamento processual no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Uma das especialidades do  IMAPE  opinião  é pesquisar  o processo eleitoral, na região onde atua mostrando a evolução das preferências do eleitorado a cada campanha, consta na página da empresa.

Confira o acompanhamento do processo:

Acompanhamento Processual – TSE – v1.1.0.6

Mostre mais
Fechar