E O CARNAVAL? Veja as cidades que anunciaram o cancelamento da festa

Chegamos em 2021 e alguns de nós já se perguntam sobre a festa que abre o calendário do país, o Carnaval. Com o coronavírus tendo matado mais de 200 mil brasileiros, e a falta de uma vacina disponível no Brasil, a festa está mais que ameaçada.

Em fevereiro, como prega o calendário, não acontecerá. Os principais points já adiaram as comemorações para, talvez, julho. Tudo dependerá de como estiver a imunização da população. O Ministério da Saúde prevê que os grupos prioritários (saúde, idosos, segurança e outros) sejam vacinados em até cinco meses.

Seguindo essa conta temos grandes chances de também não ter festas em julho e o Carnaval ficar para 2022.

Florianópolis

A prefeitura local contou que não terá festa em 2021. Tanto para as agremiações, no sambódromo local ou nos blocos que tomam as ruas da ilha. “Não devem acontecer, enquanto a população não é vacinada”, disse o prefeito. Entretanto o feriado em fevereiro está mantido.

Belo Horizonte

“Ainda não há nenhuma definição e o diálogo permanece constante com toda a cadeia produtiva do Carnaval. A decisão de uma nova data depende das condições sanitárias acompanhadas pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da prefeitura além de medidas que possam garantir a segurança dos foliões”, disse a Prefeitura da cidade ao canal. Eles não pretendem autorizar festas em clubes ou casas de shows e seguem outras capitais que esperam a possibilidade da festa em julho.

São Paulo

A maior cidade do país foi uma das primeiras a adiar a festa. Marcada para possivelmente julho, os festejos das escolas de samba e blocos estão condicionados à imunização do povo contra a covid-19. O Estado planeja começar a vacinar grupos prioritários no próximo dia 25.

“A ideia é estender as tratativas para outros centros carnavalescos como as cidades de Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife, para que o Carnaval 2021 possa acontecer em todas as cidades brasileiras na mesma data, mantendo a tradição cultural e sua potência turística”, explicou a prefeitura.

Rio de Janeiro

Mais reticente, a cidade demorou a se decidir sobre a festa. Já que a prefeitura, órgão máximo do município, esperou um posicionamento da Liga das Escolas de Samba sobre os desfiles na Sapucaí. “A RioTur, pasta responsável pela festa, informou apenas que ainda não existe uma definição da data para o Carnaval 2021. A certeza é de que não será em fevereiro”, afirma a nova gestão da cidade.

Salvador

Cidade da festa que dura dias e dias, Salvador foi a primeira capital a anunciar o adiamento. A folia foi suspensa “enquanto não existirem condições sanitárias adequadas, sobretudo, a disponibilização de uma vacina contra a Covid-19”, diz a emissora.

Recife

A terra do frevo não terá as ruas tomadas neste ano. Um decreto publicado em dezembro de 2020 pelo governo do Estado cancela o Carnaval em todo o território.

João Campos (PSB), novo prefeito da capital, planeja “discutir como amparar toda a extensa cadeia produtiva e criativa tradicionalmente envolvida na realização do maior e mais autêntico ciclo festivo da cidade, diante do cancelamento da festa”.

Mostre mais
Fechar