Empresário é preso acusado de praticar casos de violência doméstica

Policiais civis do Deam Norte, com o apoio do serviço de inteligência do CIISDS, prendeu nesta sábado um empresário de 32 anos acusado de praticar vários casos de violência doméstica. A prisão ocorreu no bairro do Cabo Branco, em João Pessoa, quando o acusado tentava escapar da polícia.

Segundo a polícia, ele arrombou a grade do imóvel, conseguiu pular o muro de várias residências no local e só foi capturado três quarteirões depois.

Histórico

No início de agosto, a ex-companheira do acusado esteve na delegacia para fazer um boletim de ocorrência onde relatou que vivia sendo perseguida, monitorada por ele. Na oportunidade, a mulher requereu uma medida protetiva e foi atendida pela Justiça.

A polícia apurou que o acusado não aceita o fim do relacionamento e vivia perseguindo a vítima, em casa e no trabalho dela.

Ao tomar conhecimento da medida judicial, ele não se intimidou e chegou a colocar na porta principal do apartamento da vítima um bilhete e um objeto com um formato de um pênis, com o objetivo de constrangê-la. De acordo com a denúncia, ele ainda chegou a difamar a mulher nas redes sociais, além de insistir em ter contato com a ex-companheira, apesar de haver uma medida protetiva.

Com isso, a vítima compareceu novamente na Deam Norte e representou criminalmente o acusado, por se sentir ameaçada, temendo por sua vida e de seus familiares.

A polícia apurou, ainda, que o empresário ameaçou também o irmão da vítima e ainda colocou e acionou a colocar um explosivo em cima do carro do rapaz. Essa ocorrência teria ocorrido no bairro de Manaíra, próximo a um shopping center, localizado na orla marítima da cidade.

Na delegacia, ele foi autuado em flagrante por ameaça, descumprimento de medida protetiva e resistência a prisão. O empresário atua no ramo de revestimento de cerâmica.

Mostre mais
Fechar