Estudo: Vacina da Janssen é eficaz contra variantes do coronavírus

Ao longo da pesquisa, os cientistas administraram uma ou duas doses da vacina em 20 voluntários entre 18 e 55 anos. Posteriormente, foi analisada a resposta dos organismos desses indivíduos ao vírus original e às variantes originadas no Brasil, no Reino Unido, na África do Sul e na Califórnia.

De acordo com os pesquisadores, os resultados indicaram que o imunizante é capaz de gerar resposta imune a todas as cepas do coronavírus que foram testadas.

O estudo é um dos mais recentes trabalhos que buscam entender se as vacinas que estão sendo desenvolvidas pelo mundo poderão impedir a disseminação das variantes do SARS-CoV-2 que existem e as que ainda surgirão. Vale lembrar que o Brasil está à espera de uma remessa de 3 milhões de doses do imunizante da Janssen, que deverão ser enviadas pelos Estados Unidos.

Mostre mais
Fechar