FEMINICÍDIO EM PEDRAS DE FOGO: Adolescente morta por ex-namorado era ameaçada constantemente

Pâmela Neri Ramos Quinzinho, 16 anos, foi morta com um tiro, na noite dessa segunda-feira (28), no município de Pedras de Fogo, na Paraíba. O suspeito do crime é o ex-namorado, com quem a vítima teve um relacionamento de um ano.

Baleada na cabeça, Pâmela morreu em frente à casa onde morava com avó, que presenciou o crime, às 21h.

O relacionamento havia terminado há três meses, mas as ameaças eram constantes. Em entrevista, a mulher, que criava a vítima como filha, declarou detalhes do fim do relacionamento. “Ele queria que ela fizesse roubos com ele, mas ela disse que morria, mas não roubaria”. A mulher ainda disse intimidação caso houvesse denúncia. “Ele disse que se denunciasse, a primeira a morrer seria eu”.

A mulher declarou que também foi ameaçada de morte pelo namorado da neta. “Ele disse que iria matar as duas. Na quarta-feira (23), ele colocou uma pistola na minha cabeça. E foi com essa mesma arma que ele a matou. Agora fiquei sem minha neta. No dia 22 de maio ela faria 17 anos”.

Conforme a idosa, o suspeito do crime já foi preso por tráfico de drogas e é suspeito de participação em roubos de veículos. Ele não foi encontrado pela polícia até a publicação desta matéria.

Denuncie 

Na Paraíba, a Polícia Civil disponibiliza canais de comunicação para vítimas ou até mesmo parentes ou amigos que tiverem conhecimento da ocorrência desse tipo de crime. As denúncias podem ser feitas pelo Disque 197 e por meio da delegacia on-line, disponível no endereço eletrônico. O estado possui 14 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deams).

Mostre mais
Fechar