Fernando Collor diz que Bolsonaro está caminhando em direção a um impeachment

O ex-presidente Fernando Collor de Mello, que sofreu impeachment há quase 30 anos, diz que o Governo Bolsonaro pode cair se cometer o mesmo grave erro de menosprezar a formação de uma base sólida no Congresso Nacional.

Para Collor, Jair Bolsonaro, que também se elegeu discursando contra o sistema, incorre no mesmo erro e diz que, se não houver uma “mudança rápida e forte”, “não haverá possibilidade de o governo chegar ao final”.

O atual senador pelo estado de Alagoas considera que as “investigações sobre Queiroz podem provocar estragos no governo atual”. “E podem, dependendo de sua evolução, ameaçar o mandato presidencial”.

Collor aconselha Bolsonaro a “formar uma boa base parlamentar”, “dizer que é a favor da democracia e agir em respeito às instituições, não insuflando atos a favor da ditadura e do fechamento do Congresso e do STF. E tomar cuidado com as manifestações de rua. A mesma mão que aplaude apedreja”.

Collor afirma que “numa República federativa, também é importante que o presidente se entenda com governadores e prefeitos, mas [Bolsonaro] nunca teve tratamento respeitoso com eles.

Mostre mais
Fechar