Ferrari de R$ 8 mi e frota de 80 supercarros são destruídos em incêndio

Uma Ferrari avaliada em 1,2 milhão de libras esterlinas (cerca de R$ 8,2 milhões), Lamborghinis, Porsches e Jaguars foram totalmente destruídos em um incêndio que aconteceu na noite da última segunda-feira, em Cheshire, na Inglaterra. Estima-se que havia 80 supercarros no local incendiado e os bombeiros não conseguiram recuperar nenhum dos veículos.

Segundo o site The Sun, acredita-se que os supercarros seriam de um revendedor de carros clássicos que deixou os carrões em dois edifícios anexos em uma fazenda na vila inglesa de Over Peover. Supõem-se que entre os carros destruídos estava uma LaFerrari, um modelo de edição limitada e rara da marca italiana no valor de 1,2 milhão de libras esterlinas.

Nas imagens são vistos um Jaguar XL queimado e outros supercarros que não são possíveis de reconhecer visto que foram destruídos pelo fogo no incêndio que ocorreu por volta das 22h (no horário local). Seis carros dos bombeiros foram chamados e foram utilizados dois jatos de carretel de mangueira para auxiliarem no combate às chamas, informou o site Daily Mail.

“O proprietário está absolutamente arrasado. A maioria dos motores eram clássicos, com alguns quase únicos. Mesmo que o seguro cubra, você não pode compensar a perda do histórico do automobilismo nesses dois hangares”, disse uma fonte.

De acordo com a mídia local, acredita-se que um dos carros queimados valia até 3 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 20 milhões) e foi armazenado no local como parte de um esquema financeiro.

Um porta-voz da polícia de Cheshire informou que, junto com os bombeiros, abriram uma investigação para buscar a causa do incêndio.

“Às 22h17 de 14 de dezembro, a polícia foi chamada para um grande incêndio em dois edifícios externos em Over Peover. Bombeiros estiveram presentes combatendo o incêndio e a polícia ajudou no fechamento de estradas. Uma investigação conjunta dos bombeiros e da polícia continua para buscar a causa do incêndio, que acredita ter sido iniciado deliberadamente.”

Mostre mais
Fechar