GESTÃO OTIMIZADA: Ruy Carneiro detalha plano de ação para primeiro semestre de gestão

É preciso agir com rapidez e intensidade para que João Pessoa volte a crescer economicamente, gerar emprego e renda para uma população. Por isso, Ruy Carneiro concluiu uma apresentação detalhada de um plano de ação para os primeiros seis meses de gestão à frente da prefeitura da Capital.

As ações foram explicadas, ponto a ponto, mês a mês, durante os programas eleitorais de Ruy ao longo desta semana. Cada ação está detalhada no site da campanha www.ruyresolve.com.br e é fruto do trabalho de uma equipe técnica ampla, responsável pelo programa de governo e do diálogo permanente, desde o final do ano passado, com uma população.

“É urgente colocar a prefeitura de João Pessoa em outro ritmo, a cidade no ritmo certo, fazer um mutirão de saúde, porque as filas aumentaram muito na pandemia, e mutirão de geração de emprego e renda, para combater a fome e o desemprego”, diz Ruy. “É preciso agir e agir rápido. O prefeito tem que trabalhar mais, muito mais, para construir como oportunidades ”, defende.

Para promover o mutirão de saúde, Ruy vai adquirir imediatamente vagas em hospitais e clínicas da cidade, inclusive nos horários noturnos. Só assim, na avaliação dele, será possível acelerar o ritmo das filas e tentar zerá-las. Na geração de emprego, vai oferecer crédito para os micro e pequenos empreendedores por meio do Banco Cidadão, vai retomar as obras paradas na cidade e promover um mutirão de zeladoria – limpar e organizar postos de saúde, escolas e creches, inclusive como forma de montar frentes de trabalho e de emprego.

Além disso, vai tirar 600 comerciantes informais das calçadas construindo o shopping popular no viaduto da Miguel Couto, no Centro, e comprar 5 mil vagas nas creches particulares da cidade para atender as famílias que precisam, enquanto as novas creches da prefeitura ficam prontas. Outra ação importante, que está detalhada no site, é o reforço escolar para melhorar o desempenho dos alunos da rede municipal em português e matemática. “Mais de 70% dos alunos da prefeitura saem do ensino fundamental sem saber português nem matemática, mas tem solução e vamos resolver”, diz Ruy.

Mostre mais
Fechar