Gusttavo Lima defende retorno de shows e é criticado por internautas

O Brasil está em segundo lugar no ranking dos países mais afetados pela pandemia de coronavírus e, ainda assim, está flexibilizando cada vez mais a quarentena, ignorando que a curva de contágio não foi achatada e contabilizamos mais de 125 mil mortes por conta da doença.

Porém, algumas pessoas acreditam que a quarentena não deve continuar e que tudo deve abrir novamente, seguindo os protocolos de saúde e segurança, até mesmo os shows, mesmo com o número de infectados sempre aumentando.

Gusttavo Lima é um deles, que causou a maior polêmica nas redes sociais por conta de sua postagem neste sábado (5). O sertanejo defendeu a volta do segmento por conta dos profissionais do entretenimento, que estão sem trabalhar.

“Nosso segmento não pode mais ficar parado… São tantas famílias que dependem disso para ter o que comer em casa. Músicos, técnicos, cantores, seguranças, garçons, enfim… Somos capazes de tomar todas as providências cabíveis para que os eventos voltem com toda segurança social e conforto para o nosso público!!! O setor de entretenimento pede socorro!!”, disparou ele no Instagram.

Muitos internautas concordaram com o cantor, inclusive outros famosos.

“Há pessoas que dependem que o evento aconteça para que elas possam sobreviver. Trabalham hoje para pagar o que comeram ontem. Estamos juntos”, escreveu César Menotti.

“Estamos com o Embaixador”, concordou Thiago Brava.

“Parabéns! Puxa a fila! Hoteis lotados, bares lotados, mas não pode haver shows! Hipocrisia! Somos o segundo maior segmento do Brasil!”, opinou Rodrigo, da dupla com George Henrique.

“Falou tudo”, comentou Dynho Alves.

Bruninho, da dupla com Davi, também deixou aplausos, assim como Andressa Suita.

Críticas

Porém, Gusttavo Lima foi altamente criticado por sua opinião.

“Rapaz… Tome vergonha na sua cara! Ao invés de fortalecer os já frágeis projetos sociais como o da lei Aldir Blanc, você, assim como esse governo irresponsável que você apoia e sempre apoiou, faz discurso contra a lógica e o bom senso. Artista também é gente, tem família, se contamina e pode morrer. Se o ‘setor do entretenimento pede socorro’, como você diz, não é você que está correndo risco, não é!? Então seja responsável e não piore as coisas com este tipo de mensagem! Você é influente demais para ser tão irresponsável!”, discordou um seguidor.

“Em shows, a aglomeração vai além. Muitas coisas estão restritas e as pessoas quebram as regras, imagina liberar shows, onde as pessoas mal tem espaço para se mover, consomem bebida alcoólica e não iriam nem respeitar o uso de máscaras. Só na sua cabeça que deveria acontecer shows em um momento desses. Você é a prova viva de que seus funcionários pegaram Covid apenas fazendo suas lives, imagina um espaço com milhares de pessoas. Pensa nas centenas de pessoas sendo infectados e passando para quem não tem a ver com isso. Infelizmente, muita coisa vai quebrar, muita coisa vai falir, muitas pessoas vão passar necessidade, mas fazer shows não vai ajudar em nada, a não ser você e sua equipe. Um grupo mega reduzido do que é o Brasil. Egoísmo é fod*!”, apontou outra.

“Se os bares, as praias estão fazendo errado, vocês vão fazer também? Não é errado pelo errado… Para quem tem dinheiro e lugar reservado no hospital é fácil, difícil é para quem depende de hospital público. O dia que for um filho de vocês no meio do povão, aí a conversa é outra! Acho que ainda não entenderam a gravidade desse vírus, pelo jeito acham que é como o presidente disse: ‘Uma gripezinha’ “, acrescentou mais uma.

“Que comparação irresponsável e sem noção. Continua fazendo live e ganhando dinheiro que dá para continuar pagando todos os funcionários da sua equipe envolvidos”, falou mais outra.

“Você opinando é um excelente cantor, meu caro. Espere o momento certo de os shows retornarem e deixe de conversar besteira. Sei bem da sua ‘preocupação’ e dos demais que estão lhe apoiando nisso, com as pessoas que ‘vivem de eventos’. Sou seu fã como cantor. Mas, no momento, não tem como defender a volta de eventos.  Se estão acontecendo outros, utilize as suas influências para cobrar mais fiscalização, não para defender seus interesses pessoais. Não creio que você seja sem noção ao ponto de defender a volta de eventos com aglomerações gigantescas, como são os seus shows”, indignou-se outro.

A internet ficou bastante dividida entre os que apoiaram o pensamento de Gusttavo Lima ou não.

Gusttavo Lima defende liberação de shows em meio à pandemia de coronavírus
Mostre mais
Fechar