Herdeira de uma das maiores empresas de bebidas do mundo é condenada em caso de seita que marcava mulheres como gado

Clare Bronfman é herdeira da fortuna do extinto grupo de bebidas Seagram, empresa que já foi a maior do mundo no gênero. Ela foi condenada a seis anos e nove meses de prisão pelo seu envolvimento com a seita Nxium (lê-se néxium). A seita tornou-se alvo de uma grande investigação quando se descobriu que algumas seguidoras foram marcadas a ferro e obrigadas a terem relações sexuais com o líder do grupo, Keith Raniere.

Ela foi condenada por duas acusações pelas quais já havia se declarado culpada em abril de 2019, fraude em cartão de crédito e conspiração para acolher e esconder imigrantes ilegais em troca de benefício financeiro. Nove vítimas testemunharam e acusaram a herdeira da Seagram de contribuir para destruir casamentos, carreiras e reputações..

Mostre mais
Fechar