Hugo Motta diz que deputado apoiado por Bolsonaro para reger Câmara Federal não é ‘cheque em branco’ na mão do presidente

O deputado federal Hugo Motta foi o entrevistado dessa quinta (14) no Programa 360º.

O parlamentar analisou a situação da Paraíba no ano de 2020 e no enfrentamento a pandemia. Ele lamentou os óbitos, mas disse que felizmente o estado não chegou no ponto crítico de ter fila de espera para as UTIs. Mas além do atendimento em saúde, o trabalho do governador João Azevedo não deixou a gestão “sem rédeas”: “Não é todo estado que conseguiu fazer isso, apesar de todas as dificuldades, o estado não perdeu as rédeas. Tivemos pagamento da folha em dia, 13º, tudo em dia”.

Hugo faz uma previsão positiva para o ano de 2021: “Em 2020 tivemos todos esses problemas e conseguimos ter alguns avanções. Após tudo isso, em 2021/2022,  Paraíba será um dos estados que mais vai despontar. A Paraíba vai crescer muito”.

Eleição na Câmara Federal

Acompanhando as eleições que irão escolher o próximo presidente da Câmara Federal, Hugo Motta apoia o candidato escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro: “A eleição de Arthur Lira não é salvo conduto, não é um cheque em branco para Bolsonaro fazer o que quiser, mas vai estar garantindo que a Câmara não seja entrave para o país, não pode dificultar as matérias que tem que ser votadas”.

O parlamentar relembrou que em outros mandatos presidenciais, incluindo os do PT, o presidente de Câmara também era da bancada governista e que os deputados sempre votaram com autonomia.

Mostre mais
Fechar