Influenciadora chinesa que teve corpo queimado pelo marido durante transmissão ao vivo morreu aos 30 anos

Faleceu na última quarta-feira (30) a influenciadora chinesa Lamu, de 30 anos de idade, que teve 90% do corpo queimado quando o marido a atacou durante uma transmissão ao vivo.  Dd acordo com a polícia da região de Aba, na província de Sichuan, no Sudoeste da China, o suposto autor do crime não teria aceitado o divórcio. Lamu teria entrado com o pedido separação por sofrer violência doméstica. O casal tem dois filhos pequenos.

No dia 14 de setembro, o homem invadiu a residência de Lamu, jogou gasolina na ex-mulher e ateou fogo. A influencer foi levada ao hospital mas não resistiu aos ferimentos.

Lamu tinha um perfil no Douyin, versão chinesa do TikTok, com 782 mil seguidores e que somava 6,3 milhões de curtidas em suas publicações. Seu conteúdo era formado basicamente por vlogs de sua vida ou dublagens. Sua última postagem na rede social havia sido feita no mesmo dia do ataque. No vídeo, ela cantava uma música tradicional tibetana.

Mostre mais
Fechar