Justiça manda soltar Buega Gadelha, preso na Operação Fantoche da PF, nesta terça-feira

Foi expedido na noite desta terça-feira (19), um Alvará de Soltura, pela Justiça Federal em Pernambuco, em favor do presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Buega Gadelha. Ele foi um dos alvos da Operação Fantoche, da Polícia Federal, desencadeada na Paraíba e em outros seis estados.

O ex-deputado argumentou que seu irmão, Buega Gadelha, com 74 anos, além de ter residência fixa, não possui antecedente criminal, logo, na opinião dele, não havia necessidade para a prisão. Marcondes Gadelha afirmou que o objetivo agora é tomar conhecimento do processo para adotar as medidas necessárias. “Nós estamos tranquilos e conscientes da inocência de Buega. A primeira coisa é tomar conhecimento da natureza das acusações, já que não sabemos direito do que se trata, todo mundo foi surpreendido com essa decisão apressada e, eventualmente, se for o caso, preparar a defesa e lutar no Judiciário, exercer o contraditório, como é o direito natural de todo cidadão amparado pela legislação do país”, declarou.

A Operação Fantoche investiga irregularidades em contratos de empresas privadas com entidades do Sistema S em conjunto com o Ministério do Turismo.

 

Mostre mais
Fechar