O RITMO VAI FERVER: ‘Dirty Dancing’ pode ganhar continuação com estrela principal

“Ninguém coloca a Baby de lado”, dizia o galã Johnny (Patrick Swayze) antes de chamar a personagem de Jennifer Grey para dançar em “Dirty Dancing: Ritmo Quente”, clássico de 1987 — e agora parece que a personagem vai mesmo sair das sombras para uma continuação do filme.

Segundo o Deadline, Grey assinou contrato com a Lionsgate, que detém os direitos de “Dirty Dancing”, para estrelar e produzir um filme de dança. Embora nada esteja confirmado, o rumor circulando por Hollywood é que se trata de uma sequência.

O roteiro do novo longa está nas mãos da dupla Mikki Daughtry e Tobias Iaconis, que fez sucesso no ano passado assinando o terror “A Maldição da Chorona” e o romance teen “A Cinco Passos de Você”.

Mais um capítulo

Esta seria, na verdade, a segunda continuação do longa. Em 2004 foi lançado “Dirty Dancing 2: Noites de Havana”, que trazia novos protagonistas (Diego Luna e Romola Garai) e uma versão atualizada da história clássica da jovem que se apaixona por seu instrutor de dança, para o desgosto dos pais.

Um sucesso sem precedentes para a época, o “Dirty Dancing” original foi o primeiro filme a vender mais de 1 milhão de cópias de VHS, então o formato predominante de home video.

A canção “(I’ve Had) The Time of My Life”, que embala a dança final entre Johnny e Baby, venceu o Oscare o Globo de Ouro. Nesta última premiação, Swayze (que morreu em 2009 por complicações de câncer) e Grey também foram indicados por suas performances.

Relembre clássica cena do filme:

Mostre mais
Fechar